× Fale Conosco

Solicite um orçamento sem compromisso!

Enviar via
Ou ligue para (41) 3246-6129
Se preferir, ligue para nós! Ligar agora!
Clique aqui para falar conosco!
×
× Envie-nos um E-mail






TIPOS DE PAVIMENTAÇÃO E SUAS DIFERENÇAS

A pavimentação pode utilizar diversos tipos de materiais, de acordo com as camadas necessárias para a obra ou a condição do próprio pavimento. Dessa maneira, os itens utilizados para  base, sub-base e o reforço do subleito são classificados de acordo com a natureza e o comportamento desses procedimentos.

Entretanto, alguns materiais são comumente utilizados em obras de pavimentação, como verificaremos abaixo.

Brita graduada simples

Material graduado e que possui diâmetro nominal de até 38mm. Sua distribuição deve ser realizada com o auxílio de uma vibroacabadora, e a sua compactação é feita após o material ser espalhado na pista.

Macadame hidráulico

Material muito utilizado no passado mas que, apesar de não ser tão aproveitado atualmente, ainda se mostra bastante eficaz. É composto por agregado graúdo, agregado miúdo e água.

O agregado graúdo é aplicado por primeiro, sendo distribuído na pista após ser compactado. Em seguida, é feita a aplicação do agregado miúdo, responsável por preencher os vazios existentes entre os agregados graúdos.

Por último, mas não menos importante, é a adição dos agregados finos e da água. Eles se alojam nos vazios, formando a estrutura firme que a camada precisa.

Macadame Seco

Apesar de similar ao macadame hidráulico, este não precisa de água para que os vazios da camada sejam preenchidos.

Solo agregado

Sua composição é feita de agregados, solo e água, sendo aplicados diretamente no solo. A compactação é realizada, posteriormente, com o uso de um rolo liso ou de pé de carneiro.

Rachão

Por ser um material mais bruto, ele é destinado para aquelas camadas nas quais há a necessidade de aumentar a resistência. Por serem pedregulhos que possuem grandes dimensões, não possuem a necessidade de compactação.

Também existem materiais específicos para revestir a camada do pavimento, que é dividido por três tipos: flexível, rígido e semirrígido. Os materiais mais comuns para o procedimento são:

Asfalto

É o tipo mais comum utilizado em pavimentações, e apresenta três tipos diferentes: asfaltos diluídos, cimentos asfálticos e emulsões asfálticas.

Quais são os tipos de pavimentação?

Para entender os diferentes tipos de pavimentos para vias públicas, é preciso estudar a obra com atenção para que seja escolhido o modelo ideal. São três modelos utilizados nesse processo: pavimentação flexível, semirrígida ou rígida.

Pavimentação flexível

Composta de bases granulares e revestimento asfáltico, a pavimentação flexível suporta os esforços da via pública, mas precisa de reparos constantes. Por ter uma facilidade maior de manutenção, sua vida útil leva de cinco a dez anos.

Pavimentação semirrígida

Indicada para vias por onde veículos pesados trafegam, a pavimentação semirrígida é realizada com base cimentada e revestimento flexível. A sua manutenção também possui diversas facilidades, incluindo menores custos de execução.

Pavimentação rígida

Das três opções, o pavimento rígido é o que apresenta a menor exigência de manutenção. Composto de placas de concreto, ele não deforma e possui alta resistência à ação de combustíveis e óleos liberados pelos veículos.