× Fale Conosco

Solicite um orçamento sem compromisso!

Enviar via
Ou ligue para (41) 3246-6129
Se preferir, ligue para nós! Ligar agora!
Clique aqui para falar conosco!
×
× Envie-nos um E-mail






O que é Superelevação?

Projetos rodoviários: Superelevação

O engenheiro responsável pela concepção de projetos de rodovias sempre enfrenta limitações quanto a definição do traçado. A existência de vegetação, talvegues, obras no percurso ou ainda inclinações acima do permitido por norma, obrigam o projetista a buscar soluções que atenda a essas verificações. Uma das soluções recorrentes são as curvas horizontais. 

Quando um veículo sai de um trecho reto – aqui chamado de tangente – para entrar em um trecho curvo, a força centrífuga age no sentido de dentro para fora da curva, tentando impedir que o corpo realize o movimento. Então o engenheiro usa o recurso chamado superelevação: uma inclinação na seção transversal expressa em % ou m/m que garante a segurança do motorista ao executar os trechos curvos e contrabalanceia a ausência da força centrípeta. 

Entretanto, nem sempre é necessária a utilização deste recurso. Em trechos curvos onde o raio é muito grande em relação à velocidade diretriz do projeto, admite-se apenas o abaulamento da pista, pois a ação da força centrífuga é ínfima o que a torna desprezível em termos de cálculo. 

Na tabela abaixo estão demonstrados os raios mínimos que dispensam a superelevação:

V (km/h) 30 40 50 60 70 80 90 ≥100
R (m) 450 800 1250 1800 3450 3200 4050 5000